Onde encontrar vestígios romanos em Londres - LONDRES ROMANA Bate Papo Blog

Onde Encontrar Vestígios Romanos em Londres?

Saiba onde encontrar todos os vestígios romanos em Londres, dicas e informações importantes para seu turismo em Londres.

Onde encontrar Vestígios Romanos em Londres | Londinium | História de Londres | Turismo em Londres | Guia de Viagem: Londres | Turistando em Londres

Você sabia que a cidade de Londres foi criada pelos romanos e que a capital se chamava Londinium?

E que ainda é possível encontrar muitos vestígios romanos em Londres, muitas vezes estão presentes em locais importantes mas que a maioria das pessoas passam sem notar a importância histórica do local.

Neste artigo você vai aprender um pouco mais da história e claro descobrir onde encontrar as ruínas romanas espalhadas na cidade.

Para começar já te digo que existem lugares dentro da própria cidade de Londres e também locais localizados em outras cidades em todo o Reino Unido.

Afinal de contas eles permaneceram por 350 anos como força dominante em toda a Ilha e deixaram marcas na arquitetura, na história, na cultura e até mesmo no idioma.

Confira a lista dos principais locais para encontrar vestígios romanos em Londres e se você quiser saber mais sobre os vestígios romanos deixados no Reino Unido,

RUÍNAS VESTÍGIOS ROMANAS EM LONDRES 

1. Museu de Londres

Londres possui diversos museus espalhados pela cidade, mas infelizmente o Museu de Londres não está na lista de museus mais visitados da cidade.

No Museu Britânico (British Museum) você encontrará muitas relíquias e artefatos em uma galeria dedicada somente ao império romano, mas muitas dessas relíquias pertenceram ao império romano em outros territórios conquistados por eles e não somente sobre a cidade de Londres.

Se você deseja especificamente saber todos os detalhes da invasão romana em Londres, o melhor local para você visitar é definitivamente o Museu de Londres.

O museu é um verdadeiro baú de tesouro repleto de artefatos romanos, além de também contar a história de Londres muito antes dos próprios romanos, sobre o Grande Incêndio em 1666 que devastou a cidade e todas as transformações que a cidade passou até os dias de hoje. 

Um dos grandes destaques do museu é que ele possui uma infinidade de artefatos que datam da época de Londinium com moedas, jóias, utensílios domésticos e figuras que remetem a religião da época.

Se você desejar visitar o Museu de Londres, ele fica localizado em 150 London Wall, EC2 5HN

Funciona de Quarta a Domingo das 10 am até às 17h com ingressos gratuitos e para chegar até ele, basta utilizar o metrô e descer em uma dessas três estações: St. Pauls, Moogate, Barbican.

2. O Muro Romano próximo ao Museu de Londres

Muralha que cercava a cidade de Londinium / Londres – Reprodução Internet

Há 2000 anos atrás a cidade de Londres se chamava Londinium, era uma cidade fortificada com 6 portões de acesso para dentro da cidade.

Atualmente poucas áreas desse muro se mantiveram de pé e essa parede é uma das sobreviventes mais imponente da Londres de época Romana. 

Você poderá encontrá-los na área externa do Museu de Londres, Tower Green, Cooper ‘s Row e também dentro do estacionamento do London Wall.

Especificamente na Torre Verde, ainda é possível ver a parede com seus 6 metros de altura construída pelos romanos, com mais 3 metros adicionados no período medieval.

No topo da muralha romana provavelmente haviam passarelas com um parapeito que ligavam o muro a cada uma das torres com os portões que davam acesso à cidade.

Assim como vemos na grande maioria dos filmes de época. A muralha era sem sombra de dúvidas a maior muralha dessa época quando o império romano ainda a chamava de província da Britânia.

A Muralha Romana que cercava a cidade era tão imponente que tinha uma estrutura de 5 km (3 milhas) de comprimento, 6 m (20 pés) de altura e 2,5 m (8 pés 2 pol.) de espessura, protegendo a cidade de ataques de tribos celtas que ainda resistiam o império.

Infelizmente com a modernização e expansão da cidade no início do século XVII, praticamente todas as áreas que ainda guardavam as características do império romano e os vestígios romanos em Londres foram drasticamente reduzidos.

Dessa forma é possível encontrar apenas algumas partes espalhadas nos locais abaixo: 

 

  • Perto da estação de metrô Tower Hill
  • Perto da estação de metrô Barbican
  • Estacionamento do edifício London Wall
Estacionamento do edifício London Wall com vestígios Romanos em Londres

Durante as escavações para a realização da fundação para novos edifícios no local foi descoberto que a muralha foi concluída por volta de 215 DC e que teria levado em média de 30 anos para a construção ser concluída.

Esses dados têm base nas evidências retiradas e encontradas durante a escavação, elas foram analisadas e confirmadas por historiadores e arqueólogos.

Entre a descoberta de novos artefatos romanos estão incluídos um tesouro de moedas e moldes de argila para criação de novas moedas.

Por incrível que pareça as moedas estavam em estado quase novo e haviam sido emitidas durante o reinado de Caracalla (212 a 217 DC). 

Um outro molde de moeda possuía a imagem do Imperador Severo (201 a 210 DC) e em seu verso havia o rosto de Geta (2110-211 DC). Que tudo indica que já fazia parte do processo de transição do império para seus filho Geta. Caracalla e Geta eram filhos de Severus.

Acredita-se que o reinado de Geta foi curto pois sua morte havia sido provocada por seu irmão Caracalla, para tomar seu lugar de imperador.

Ainda sobre a muralha romana que cercava Londres como foi dito acima elas possuíam portões de acesso a cidade e infelizmente nenhum deles ainda se encontra de pé.

Os principais portões de acesso a cidade de Londinium eram Aldgate, Bishopsgate, Newgate, Ludgate, Cripplegate e Aldersgate.

3. Anfiteatro – London Guildhall

Galeria de Arte Guildhall Londres com vestígios romanos

Este é o único anfiteatro de Londinium com vestígios romanos em Londres, ele foi descoberto ao acaso após uma escavação no local iniciada em 1988, quando a cidade de Londres estava buscando um local para sua nova galeria de arte.

Quase 2.000 anos após sua última utilização, o anfiteatro foi aberto ao público novamente agora faz parte de um dos destaques dessa nova galeria.

Neste anfiteatro aconteciam lutas de animais, execuções públicas e combates entre gladiadores eram bastante comuns por aqui.

Qualquer um desses acontecimentos atraía um enorme público que vinham de todos os assentamentos romanos próximos em busca de entretenimento.

Em 2002 a Galeria de Arte de Guildhall foi inaugurada e aberta para visitação, finalmente já é possível visitar o anfiteatro e admirar toda a beleza dos vestígios romanos por lá.

Muitos artefatos encontram-se guardados dentro de caixas de vidro climatizadas para conservação do item, principalmente itens que contenham madeira ou ferro.

Se você ficou com vontade de conhecer esse lugar fascinante basta agendar uma visita nesta galeria de arte, a visitação é gratuita.

Infelizmente ela se encontra fechada no momento devido a pandemia. (verifique sempre o site da galeria para ter mais informações e agendar sua visita)

Galeria Guildhall está localizada em Guildhall Yard – London EC2V 5AE

4. O Templo de Mitras

Templo de Mitras, vestígios romanos em Londres

Acredita-se que este templo tenha sido construído em 240 DC e apenas foi descoberto na década de 1950 durante o trabalho de reconstrução que estava sendo feito na cidade de Londres em regiões que haviam sido bombardeadas durante a Segunda Guerra Mundial.

Foi constatado que o Templo de Mithras foi o maior e mais importante templo romano de Londres na época que a cidade ainda se chamava Londinium.

Foram encontradas no templo diversas estátuas e tributos em homenagem aos deuses, alguns dos quais agora estão em exposição no Museu de Londres.

Por essa razão historiadores e arqueólogos acreditam que este templo era usado com frequência pelos residentes de Londinium.

Infelizmente o templo precisou por algum tempo ser transferido para outro local e foi reconstruído no Tribunal do Templo na Queen Victoria Street.

Felizmente a empresa de mídia Bloomberg, resolveu construir sua sede europeia no terreno original onde estava localizado o local do templo e decidiu trazer e reconstruir o Templo de volta à sua posição original, exatamente como era na época romana, para assim nos proporcionar uma experiência mais completa da visita.

O Mithraeum data de cerca de 240 DC. O culto a Mitras foi importado da Pérsia e se espalhou por todo o império. Seus membros eram exclusivamente do sexo masculino e deviam passar por uma série de rigorosos ritos de iniciação.

Haviam sete graus e, como consequência, as congregações permaneceram limitadas e as capelas onde os cultos eram realizados eram bem pequenas.

Eles foram construídos nas profundezas da terra, o que provavelmente tinha um significado ritual e ajudou a manter o sigilo dos ritos de iniciação.

Atualmente o templo se encontra a 7 metros abaixo no nível das ruas modernas de Londres.

As crenças do culto permanecem indefinidas até hoje, mas já se sabe que Mithras era algum tipo de figura redentora e nota-se que o ponto principal das capelas era o Tauroctonos. (uma escultura que mostra um homem abatendo um touro).

Muitos dos membros desse culto eram soldados, funcionários com escalão inferior da administração imperial e homens de negócios.

A visitação é gratuita e o horário de visitação é das 10am até às 5pm durante os dias de semana.

Mithraeum Bloomerang Space fica localizado em 12 Walbrook – London EC4N 8AA


5. The London Stone A Pedra de Londres

London Stone – A Pedra de Londres – Vestígios Romanos em Londres

Um bloco de calcário medindo 53x43x30cm (21x17x12in), a Pedra de Londres foi mencionada pela primeira vez no ano 1100 DC.

A função original e o uso da pedra são desconhecidos ao certo, mas acredita-se que seja de origem romana.

Potencialmente usada pelos romanos como um marcador de distância, a pedra existiu nesta parte de Londres por séculos e na época medieval foi considerada um importante marco de Londres, situado no coração da cidade.

A pedra foi considerada tão importante que leis foram elaboradas em cima dela e inclusive juramentos eram foram feitos sobre ela!

Hoje, ela se encontra de forma bastante imperceptível, em um pequeno compartimento na parte inferior de um prédio localizado na Rua Cannon 111, disponível para ser visto por qualquer um que passar – embora geralmente esquecido pela maioria dos pedestres.

6. As Estradas Romanas em Londres – The Roman Roads

Estradas romanas em Londres – Vestígios Romanos em Londres

Quando os romanos invadiram a ilha, eles tiveram que desbravar e abrir novos caminhos em direção ao norte da Ilha, dessa forma eles conseguiram construir muitas estradas e pontes pelo caminho.

Finalmente chegando em Londres, que se tornou a principal província devido ao fácil acesso através de embarcações no Rio Tamisa. 

Além das construções de pontes para facilitar a expansão do império, a primeira delas e a mais importante foi a London Bridge. 

No lado sul da ponte romana, havia uma estrada que passava por ali, onde hoje fica localizada a Catedral de Southwark.

Recentemente foi realizada uma reconstrução da loja de presentes (gift shop) e também a expansão do centro de visitantes que visitam Catedral de Southwark, surpreendentemente durante a reforma foi encontrada parte desta antiga estrada romana e o melhor de tudo é que é possível ver a estrada ao visitar a loja na Catedral nos dias de hoje.

7. Casa de Banho Romanas – Billingsgate Roman House & Baths

Banheiros públicos romanos em Londres – Vestígios Romanos em Londres

As tradicionais casas de banho romanas não poderiam faltar neste artigo e felizmente ainda é possível visitar os vestígios romanos delas em Londres.

Esses passeios, são pagos e que necessitam de um agendamento prévio para ser realizado.

Os passeios exploram os restos de um banheiro público romano e uma casa localizada no porão de um prédio comercial no coração da cidade.

Esse é definitivamente um dos lugares poucos visitados por turistas em Londres.

Os passeios acontecem com os dias marcados no momento da compra do ingresso, duram em média de 45 minutos e custam apenas £ 10 / adulto e £ 8 / concessão. Reserve os passeios aqui.

8.  Mercado Leadenhall – Leadenhall Market

Leadenhall Market atualmente / Reprodução Internet

Os romanos invadiram e começaram a sua conquista da ilha chamada por eles de “Britannia” em 43 DC. Acredita-se que a colonização de Londres começou algum tempo depois quando a cidade foi escolhida para ser a capital da província.

Não dá para dizer a data oficialmente, mas durante uma escavação arqueológica, talvez tenha sido a descoberta mais importante até hoje, onde foi confirmado que a cidade de Londres já existia em 47 DC.

Durante as escavações foi encontrado um dreno feito de madeira sob No 1 Poultry, indicando que ali havia uma estrada construída naquele período que saía do centro indo para a direção oeste da cidade.

Em 70 DC havia um fórum romano no local onde hoje está localizado o Leadenhall Market exatamente onde era a cidade de Londinium.

Além disso, ainda funcionava como mercado de comida fresca, venda de couro e coração pulsante da cidade.

O mercado Leadenhall original foi projetado por John Croxton em 1440 e concluído em 1449. E a atual construção que podemos ver hoje foi realizada em 1881 para tornar o lugar mais bonito e atrativo para alguns comerciantes.

Infelizmente muitos comerciantes não tinham como pagar as novas e altas taxas de aluguel e precisaram deixar o local.

O nome Leadenhall dizem ter sido derivado do termo “Leather Hall” por ter virado referência em venda de peças de couro na cidade.

Em 1803, escavações na área da Leadenhall Street encontraram um impressionante exemplo de arte em mosaico romano, há quase 3 metros (9 pés e 6 polegadas) abaixo do nível da rua.

Vale destacar que o tema do mosaico era Baco, considerado deus do vinho, da agricultura e da fertilidade.

Ele estava montado em um tigre e cercado por copos, cornucópias, serpentes e outros objetos simbólicos. Infelizmente, alguns desses objetos já haviam sido destruídos para abrigar os canais de esgoto, felizmente é possível visitar no Museu Britânico o mosaico e também alguns desses itens que foram reconstruídos.

9. Borough Market

Borough Market Londres

Escondido atrás do mundialmente famoso Borough Market está um dos bairros mais históricos de Londres. As ruas ao sul da London Bridge ( South of London Bridge) possuem mais de 2.000 anos de história, sendo um excelente lugar para começar a explorar essa história.

Com a implementação da London Bridge, que nesta época era apenas uma ponte de madeira sobre o rio Tâmisa, Borough Market era a porta de entrada para a cidade, por onde chegavam mercadorias e dezenas de pessoas.

Até os dias de hoje é um local importante para a população inclusive para aproveitar a gastronomia local.

É possível encontrar alguns vestígios romanos em Londres andando pelas ruas e também em baixo da ponte, mas infelizmente com a pressa do dia a dia passam despercebidos pela maioria dos visitantes. 

10. London Bridge 

Foto atual da London Bridge em Londres – Vestígios Romanos

Como foi dito acima a London Bridge foi a primeira ponte construída pelos romanos sobre o Rio Tamisa e permaneceu sendo a única ponte de Londres por pelo menos mais mil anos após sua construção original.

Existe uma música infantil chamada “London Bridge is falling down” que em uma tradução livre quer dizer “A ponte de Londres está caindo” e nessa música é possível aprender um pouco da história e de como foi feita a construção dessa ponte com o passar dos anos.

A área aonde ainda existem vestígios romanos, fica localizado na beira do rio e nos porões de alguns prédios da região.

É possível realizar um passeio na London Bridge Experience, que é um passeio pago, onde durante o tour você terá acesso ao subsolo e criptas romanas, porém esse passeio não é recomendado para menores de 12 anos ou pessoas com medo de histórias de terror.

Esse é um passeio temático, onde você irá se deparar com personagens assustadores, sons e imagens que podem ser fortes para alguém que possua alguma deficiência física ou motora.

Espero que na sua próxima viagem a Londres, você consiga visitar algum desses locais e possa aprender um pouco mais sobre a história dessa cidade incrível que escolhi para ser a minha casa. 

Não perca os outros artigos História de Londres, Os Principais Portões de entrada em Londinium e Vestígios Romanos no Reino Unido.

Leia também:

Dicas de Inglês para viajantes

Museus pagos que você deve visitar em Londres

Filmes e Séries sobre a família real britânica

Top 10 Castelos no Reino Unido

Top 10 Palácios da realeza em Londres

Como visitar o interior do Palácio de Buckingham

Torre de Londres – Principais atrações turísticas de Londres

Principais Atrações turísticas de Londres

Similar Posts

4 Comments

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.